'" A emancipação dos trabalhadores será obra dos próprios trabalhadores" Karl Marx

"Antes, até, juntos e após (d)as ruas:  a reconstrução libertária do mundo"  A favor da rua 

MARXISMO LIBERTÁRIO

O coletivo  A FAVOR DA RUA tem como fundamento teórico e prático o marxismo libertário, ou marxismo de conselhos, que foi gestado em experiências históricas de organização de conselhos de trabalhadores como a Comuna de Paris, a Revolução Russa de 1905 e 1917 (em sua fase inicial), as experiências de conselhos na alemanha, os Movimentos de 1968 na França  bem como a partir das obras do próprio Karl Marx, além de seus seguidores mais coerentes e inovadores, como Rosa Luxemburgo, Anton Pannekoek,  Karl Korsch, Herman Gorter, Paul Mattick, Guy Debord, Henri Lefebvre, Maurício Tragtenberg  e tantos outros.

 

 

 

 

 

Notícias:

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

***

 

VOSSA EXCELENCIA A POESIA NO CUMBUCO

Poesia sonica e teatro  de improviso

 

 

 

No dia 04 de dezembro, o espetáculo teatral de performance poética VOSSA EXCELENCIA A POESIA esteve fazendo uma exibição especial as 19:30 na Vila do Cumbuco, no Anfiteatro da Pracinha Central.  Tal apresentação organizada pelo Coletivo A Favor da Rua, Colônia de pescadores do Cumbuco e pelo poeta/ator Francisco José Brasil, teve como poemas principais: Cordel de Fantasias, Mundica, O Protesto de um Brasileiro (in) Feliz, Embolada Eletronica, O Rebolado de Maria e O Cantor de Rua. Foi um verdadeiro espetáculo de arte improvisada com um forte tempero de criticidade que embelezou mais ainda a noite do lugar.

 

 

 

***

 

 

SIMPÓSIO DO NEPHC/FH/UFG

OS 140 ANOS DA COMUNA DE PARIS

29 e 30 de MARÇO  de 2011 - Faculdade de História.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

 

 

 

***

 

SEMINÁRIO

140 ANOS DA COMUNA DE PARIS

 

 

 

17 a 18 de março de 2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANÃO

 

 

 

 

 

***

 

 

I Curso de Formação Política da Geografia - Ceará (CFPGeo-CE)

Cidade: Maracanaú

Local: Escola EEF Manoel Roseo landim 

Período: de 13 á 15 de Novembro de 2010

Informações no Link:

http://cageografia.webnode.com.br/news/i%20curso%20de%20forma%C3%A7%C3%A3o%20politica%20da%20geografia%20do%20ceara%20%28cfpgeo-ce%29/

 

 

***

 

Avaliação das panfletagens do VOTO NULO após quase 5000 panfletos distribuídos em terminais e paradas de ônibus de Fortaleza

 

Pessoal, depois de alguns dias panfletando, vejo que o resultado foi bem interessante. Optamos por uma linguagem mais acessível aos trabalhadores e também por locais estratégicos como terminais e paradas de ônibus no centro da cidade. A divulgação nos terminais foi bastante interessante e a recepção das pessoas também. Muitos passageiros receberam a nota falando que estão cansados desta política, mas afirmavam que não viam outra saída. Dai é que as coisas ficavam interessantes, pois abria a possibilidade para o diálogo. O bom é que as pessoas começaram a ampliar as perspectivas de ver a realidade. Nosso discurso ia para além é claro do voto nulo e das eleições, buscamos inserir elementos do cotidiano de sofrimento dos trabalhadores, ressaltando a importância de se organizarem em seus locais de trabalho e nos seus bairros. A última panfletagem que ocorreu foi na sexta - feira a noite e optamos por agir no centro da cidade visto que lá poderíamos passar a mensagem para os moradores da Região Metropolitana de Fortaleza e para os residentes da cidade. Esta panfletagem em específico foi muito empolgante, visto que o diálogo se tornou mais possível. a panfletagem procurou atingir vários sujeitos explorados, desde os camelôs, os vendedores ambulantes de lanches, as donas de casa, os trabalhadores do comércio, da construção civil, os mendigos e até mesmo a representação repressiva do Estado, ou seja alguns militares que estavam na rua. A recepção foi bastante diversa, alguns nos chingavam, outros ficavam agressivos e gritando com agente, mas a maioria foi bem receptiva e começaram a entender que precisam se organizar. Esse foi apenas um primeiro passo numa imensa jornada que vem pela frente, mas como dizia o velho amigo Chico Science: Um passo a frente e você não está no mesmo lugar. Por isso pessoal vamos se apropriar das ruas, pois é lá que as grandes transformações se iniciam e irão se concretizar.

ÁTILA

 

 

 

 

 

 ***

 

 No dia 23 de de outubro o coletivo  A FAVOR  DA RUA juntamente com a colônia de pescadores estará exibindo e debatendo os vídeos " Canoa veloz" e " Cidades de lata na copa da África" na pracinha principal da Vila do Cumbuco. O foco principal é debater a necessidade de auto-organização da comunidade para se contrapor aos agentes espoliadores advindos do turismo e da especulação imobiliária, como também da possibilidade de remoção para as obras da copa de 2014.

 

 

 

***

     VOTE NULO!      

 

E agora trabalhador? E agora desempregado?

Trabalhamos 8 horas por dia, vivemos de migalhas

Dinheiro escasso, o que ganhamos não da para viver

Arroz, Feijão, Macarrão e Carne, só uma vez por mês

A moradia tá precária

O transporte está ruim, só vive lotado

Vivo a beira da escravidão e ainda querem que eu reafirme todo meu sofrimento

Elegendo os patrão.

 

E agora juventude, como é que é?

Prometeram educação, trabalho, saúde, mas só tem repressão

Na cidade e no campo tão matando nossos irmãos

E agora copa do mundo, tem dinheiro de montão

Mas para população pobre, já falaram em remoção

Esses representantes, essa democracia, não leva a lugar nenhum não

Para pensar em um futuro melhor, só na luta mermão

Outra sociedade é possível

 

Uma coisa eu lhe digo, não é elegendo partido que a sociedade vai mudar não

PT, PSDB, PV, PSB, PCB, PC do B, PSOL, PSTU, junta tudo, não dá um

Para mudança de verdade, só com auto-organização

Seja no local de trabalho, seja no bairro

Pensar na transformação é o caminho mermão

Votar nulo é um passo para nossa afirmação

Auto-gestão generalizada, esse é o objetivo

E que venha a revolução.

                                                                            

  

Pela auto-organização dos trabalhadores nos locais de trabalho.


Pela auto-organização nos bairros.
  

 

Pelo fim da representação política burguesa. 

Pela construção da revolução dos trabalhadores
.

 

Abaixo o capitalismo!

Coletivo A favor da rua – http://afavordarua.webnode.com.br

 

 

 

 

 

 ***

 

 

NOTA DE SOLIDARIEDADE À GREVE DOS PROFESSORES DE GOIÂNIA E APARECIDA

 

O coletivo A FAVOR DA RUA na cidade de Fortaleza/CE vem se solidarizar com os professores da rede municipal de Goiânia e Aparecida de Goiânia que estão na luta construindo uma greve desde o dia 20 de maio, que tem como principal pauta o cumprimento da lei federal 11.738/08, que regulamenta o Piso Salarial. É importante salientar que a luta pela regulamentação da “lei do piso” também vem sendo travada pelos professores da rede estadual de ensino do Ceará e municipal de Fortaleza, que em greve no ano de 2009, foram apunhalados pela burocracia sindical da APEOC (Associação dos Professores do Ceará) e SINDIUTE (Sindicato Unificado dos Trabalhadores em Educação do Ceará), tendo a greve decretada como ilegal, não concretizando seus objetivos.

CONJUNTURA ATUAL DA GREVE DOS PROFESSORES GOIANOS

Nas assembléias convocadas pelo SINTEGO nos dias 2 e 9 de agosto, segundo informes que recebemos de membros do Movimento autogestionário (MOVAUT), vários professores acusaram o sindicato de estar indo as escolas para pedir a volta as aulas sob o argumento/ameaça que vão cortar ponto, mas mesmo sob forte pressão os professores tem decidido pela continuidade da greve. Ainda mais, na assembléia que ocorreu no dia 19 de agosto, o SINTEGO decretou o fim da greve sem consultar os docentes. Entretanto, os professores continuaram de modo autônomo a assembléia e decidiram pela continuação da greve, como também a destituição da diretoria da SINTEGO e ainda a criação de um movimento não-institucionalizado para continuação das lutas.

 No cotidiano da greve tem ficado claro que existe uma polarização entre o sindicato e o comando de greve, na medida em que o primeiro defende claramente os interesses governamentais, enquanto o segundo vem atuando ombro a ombro em conjunto com os professores, fortalecendo ainda mais a luta.

AVANÇO DOS PROFESSORES GOIANOS: COMANDO DE GREVE EM COMBATE COM O SINDICATO.

Com o avanço da luta prática dos professores goianos, tem ficado cada vez mais claro a polarização entre a auto-organização dos professores através do comando de greve e a burocracia sindical que atende aos interesses dos partidos políticos governamentais. Nesse sentido, estamos apoiando a forma como os professores vêm se organizando, por fora da burocracia sindical, entendendo que esse método de luta pode e deve se propagar, pois no contexto atual da luta de classes, a classe oprimida pelo capitalismo deve enfrentar tanto a burguesia como a burocracia no caminho de suas vitórias.

ATENÇÃO.

Entendemos que as lutas sociais, como a greve dos professores, também precisam avançar no sentido de ir para além do corporativismo das categorias profissionais e do economicismo das lutas por salário, onde a solidariedade a outras categorias em greve, ou mesmo a luta de trabalhadores desempregados e população pobre em geral por melhores condições de vida, devem ser lembradas no interior de nossas lutas, tendo sempre a autogestão social como pauta. Somente assim podemos avançar no caminho da emancipação humana.

 

Coletivo A FAVOR DA RUA, Fortaleza, 24/08/2010.